Aplicativo Doutor Milho ganha Podcast

14/12/2019

Marketing & Economia Mercado

O aplicativo Doutor Milho, da Embrapa, com informações sobre as fases de desenvolvimento da planta de milho (fenologia), ganhou, em 2018, um módulo com as cultivares de milho disponíveis no mercado. Agora, em 2019, recebe podcasts, ou seja, conteúdos em formato de áudio, onde serão abordados temas ligados à safra e à safrinha de milho, com dicas técnicas e informações de mercado.

Até o momento, o aplicativo Doutor Milho já recebeu mais de 15.000 downloads, com expectativa de aumento com a inserção do novo serviço. “Com a nova funcionalidade, o aplicativo terá conteúdos ainda mais valiosos para produtores e consultores. Agora, com os podcasts, pesquisadores da Embrapa e de instituições parceiras passarão informações atuais sobre o que está acontecendo no campo”, ressalta Natália Fois, gerente do projeto Doutor Milho.

Para quem já tem o aplicativo instalado, uma atualização possibilitará o acesso aos podcasts, e quem baixar o aplicativo já acessará a última versão disponível. Os dois módulos do app Doutor Milho continuam sendo acessados off-line. Para ouvir os podcasts é necessário que o celular esteja conectado à internet.

Doutor Milho Cast

Na primeira edição do podcast, o pesquisador Israel Alexandre Pereira Filho fala sobre o registro de novas cultivares de milho para o mercado de sementes, safra 2019/2020. Estas cultivares são voltadas para safra de verão, que se iniciou em outubro/novembro de 2019. E, também, para a safra de inverno ou safrinha, que se iniciará em meados de fevereiro de 2020. “O levantamento de cultivares para esta safra atual 2019/2020, que estão no mercado, quantificou 196, das quais 131 são transgênicas. Isto representa 66,8% do mercado, e apenas 33,2% são cultivares convencionais”, disse o pesquisador.

Ele ressalta também que há uma predominância dos híbridos simples, sendo 86,4% em relação aos outros tipos de híbridos. “Já em relação ao ciclo, os milhos precoces são predominantes, com 65,8%, mas está havendo um crescimento do superprecoces nas regiões de plantio de inverno ou safrinha, onde as condições climáticas são mais instáveis, podendo ocorrer déficit hídrico ou geadas em determinados períodos ou regiões”, explica Israel.

Segundo ele, “as tecnologias transgênicas que estão presentes na maioria das cultivares são a Powercore Ultra e a VT PRO3, que têm ação de controle sobre a maiorias das lagartas que atacam as folhas. Também controlam as pragas de solo, como a larva-alfinete, que ataca o sistema radicular do milho, causando sérios problemas na produtividade de grãos”.

Israel ainda fala sobre a fusão de várias empresas de sementes. “Isto vem diminuindo o lançamento de novas cultivares. Já unidas, as empresas introgrediram novos eventos transgênicos nas cultivares já existentes, como uma cultivar que era VTP RO2 que passou para “VT PRO3”, ou a que era Powercore passou a ser “Powercore Ultra”, além de outros eventos.

Evolução do aplicativo

 

Doutor Milho – módulo Fenologia

Fotografias e ilustrações mostram as principais ações a serem adotadas, sejam relacionadas ao manejo da cultura e ao controle de pragas, doenças e plantas daninhas, sejam relacionadas à finalidade do plantio: milho verde, silagem ou grão.

Doutor Milho – módulo Cultivares

É capaz de recomendar a cultivar mais indicada para cada objetivo e região produtora, pois permite consultas a partir de um banco de dados que reúne informações técnicas cedidas pelas empresas sementeiras. Dessa forma, o usuário tem acesso a informações como potencial produtivo, estabilidade de produção e resistência a pragas e doenças, entre outras.

Onde Encontrar:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.embrapa.app.doutormilho&hl=pt_BR
https://itunes.apple.com/br/app/doutor-milho/id1174287805?l=en&mt=8

Sandra Brito (MG 06230 JP)/Embrapa Milho e Sorgo

Deixe seu comentário