Composição da microbiota de leitões e resistência à diarreia pós-desmame
 
04 fev 2021

Mudanças na composição da microbiota são fundamentais para a resistência à diarreia pós-desmame em leitões

 

A diarreia pós-desmame é um problema comum na produção de suínos que atualmente é controlada pela suplementação de óxido de zinco. No entanto, novas alternativas estão sendo buscadas devido à proibição prevista do uso deste composto na suplementação de rações a partir de 2022 na União Europeia. Uma alternativa possível é o uso de novos tipos de probióticos consistindo em uma microbiota característica para leitões desmamados saudáveis.

Pesquisadores tchecos analisaram a microbiota de suínos antes e depois do desmame e descobriram que havia um aumento das bactérias Fusobacterium ou Anaerovibrio em leitões com diarreia pós-desmame, enquanto que, os leitões desmamados saudáveis, tiveram um aumento da bactéria Prevotela.

Neste estudo foram coletados esfregaços retais de leitões de uma granja comercial 3 dias antes do desmame e 4 dias após o desmame. Foram considerados todos os riscos do ensaio de campo como o uso de antibióticos e os leitões foram classificados como predispostos, saudáveis ​​ou doentes. Usando sequenciamento de 16S rRNA, a composição da microbiota foi determinada e, posteriormente, comparada.

Os leitões com predisposição para diarreia tiveram como marcador o aumento de Actinobacteria. O aumento de ChlamydiaHelicobacter antes do desmame foi, surpreendentemente, um marcador de leitões saudáveis ​​e resistentes após o desmame.

Após o desmame, Clostridiales, Deltaproteobacteria, Selenomonadales, Fusobacterium, Akkermansia e Anaerovibrio não classificados tiveram aumento na microbiota de leitões com diarreia pós-desmame, enquanto que, um aumento em Prevotella e Faecalibacterium foi característico de leitões desmamados saudáveis.

Mudanças na microbiota no momento do desmame e, o aumento de espécies, principalmente de Prevotella, logo após o desmame, são igualmente importantes para a resistência à diarreia pós-desmame em leitões em condições de campo.

Para que haja maior resistência à diarreia pós-desmame em leitões em condições de campo é importante que ocorra modificação eficiente da microbiota no momento do desmame e o aumento da variedade de espécies, principalmente de Prevotella, logo após o desmame.

 

Daniela Karasova, Magdalena Crhanova, Vladimir Babak, Martin Jerabek, Lubos Brzobohaty, Zuzana Matesova, Ivan Rychlik, Development of piglet gut microbiota at the time of weaning influences development of postweaning diarrhea – A field study, Research in Veterinary Science, Volume 135, 2021, Pages 59-65, ISSN 0034-5288, https://doi.org/10.1016/j.rvsc.2020.12.022.




NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 3 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies