Emater destaca cuidados nutricionais com as abelhas no inverno Emater destaca cuidados nutricionais com as abelhas no inverno
 
25 jun 2021

Emater destaca cuidados nutricionais com as abelhas no inverno

Emater/RS-Ascar destaca cuidados nutricionais com as abelhas no inverno na região de Erechim

As baixas temperaturas registradas nos últimos dias na região do Alto Uruguai têm inibido a ação das abelhas que permanecem no interior de suas colmeias. O período é de entressafra e de cuidados com as caixas e com os enxames. A chegada do inverno, com dias frios, úmidos e chuvosos, faz com que a movimentação das abelhas na busca de alimentos seja reduzida bruscamente. Neste período mais crítico, a suplementação nutricional está entre os principais cuidados.

Outras práticas importantes de manejo são:

  • troca da cera deteriorada
  • controle de pragas, como traças e ácaros
  • troca da rainha, já que as rainhas velhas põem poucos ovos e enfraquecem o enxame.

As recomendações são do extensionista rural da Emater/RS-Ascar, engenheiro agrônomo e doutor em Agrossistemas, Vilmar Fruscalso. “Outra medida importante para proteção do frio é a utilização de barreiras físicas (uso de ripas) que reduzam a área de livre entrada das abelhas (alvado). O apicultor pode ainda, colocar uma entre tampa horizontal. Ela tem um furo central de uma polegada. Deve ser colocada entre a câmara de cria e a melgueira, fazendo com que a câmara de cria fique aquecida”, explica Fruscalso.

O extensionita rural lembra ainda que é fundamental, dentre os cuidados nutricionais com as abelhas no inverno e no período que antecede o inverno, não retirar todo o mel. Deve-se deixar em torno de oito quilos de mel por colmeia para as abelhas se alimentarem durante a estação fria, visando a manutenção dos enxames para a safra, com produção e renda para as famílias. Ele também chama atenção para a importância do monitoramento.

Na região, segundo levantamento do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim, existem 844 produtores envolvidos com a atividade apícola. São 11.110 caixas, com produção em torno de 18 kg de mel/cx/ano em duas colheitas. A expectativa para a próxima safra é de 200 toneladas de mel, ficando no mesmo patamar produtivo da última safra. O quilo de mel está sendo comercializado a R$ 12,00, no atacado, e R$ 20,00 no varejo.

Não houve ocorrência de mortandade de abelhas nos últimos dias na região do Alto Uruguai. Uma das principais causas de mortes das abelhas é o uso defensivos agrícolas, além de frio, de doenças e pragas, principalmente ácaros e traças.

A atividade apícola é uma das ações de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) realizada pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) do Governo do Estado.

 

O período de inverno requer cuidados especiais em diversas espécies, clique aqui para ler a matéria “Produtores de ovinos durante o frio devem redobrar cuidados com cordeiros

 

Fonte: Terezinha Vilk | Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar

 




NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 2 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies