Sistema de Inteligência Territorial Estratégica para Aquicultura
 
11 nov 2021

Embrapa lança Sistema de Inteligência Territorial Estratégica (SITE) para Aquicultura

Embrapa lança Sistema de Inteligência Territorial Estratégica (SITE) para Aquicultura, que combina software, hardware e brainware que impactará toda atividade no meio rural: os quadros natural, agrário, agrícola, de infraestrutura e socioeconômico.

“A aquicultura é uma atividade econômica com muito potencial no Brasil. Embora tenhamos vários desafios a serem superados, estamos vencendo paulatinamente os obstáculos, com pesquisa e tecnologia aplicada”. Assim enxerga Antonio Victor Ferreira Silva, técnico agrícola com formação em Agronegócio e também mestre em Ciência Ambiental e Desenvolvimento Regional. Ele elogia o esforço da Embrapa na construção e na disponibilização do Sistema de Inteligência Territorial Estratégica (significado de SITE) específico para a aquicultura: “A ferramenta demonstra o nível de excelência mantido pela Embrapa em sua intensa contribuição para o desenvolvimento regional”.

“Antes de existir o Geoweb SITE Aquicultura, tínhamos muita dificuldade para obter e tratar sistematicamente informações estratégicas. Lembro que na época em que fiz o mestrado, encontrei uma dificuldade enorme na reunião de dados essenciais para a pesquisa acadêmica. Pouco tempo depois, fiz um curso de aperfeiçoamento técnico pelo Senar em parceria com a Embrapa, em que tive a oportunidade de conhecer a ferramenta, o que me oportunizou melhorar consideravelmente minha atuação técnica. Sempre quando busco uma informação, consigo encontrar o que preciso”, continua.

Antonio tem atuação na região Nordeste do Pará, onde está ligado ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Além da aquicultura, trabalha com agricultura e é professor. “As principais ferramentas que eu costumo utilizar são os planos de informação, especificamente aqueles relacionados à estrutura da cadeia produtiva para fins de consultoria e a parte de regionalização, bioma e divisão político administrativa, como recurso para embasamento em estudos, planos estratégicos e informações para trabalhos técnicos relacionados ao licenciamento ambiental da atividade”, detalha.

 

Primeiro SITE sobre cadeia produtiva

O SITE Aquicultura é o primeiro da Embrapa que trata especificamente de uma cadeia produtiva. Até então, o foco era em regiões geográficas (como o Matopiba, área que engloba regiões do Maranhão, do Tocantins, do Piauí e da Bahia) ou em temas como o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a macrologística. “A equipe se dedicou muito para chegar a um produto capaz de gerar informação relevante e qualificada para o desenvolvimento da aquicultura, que tinha na ausência de dados um grande problema. Essa iniciativa despertou o interesse de outros setores do agro, que já começaram a manifestar o interesse no desenvolvimento de SITEs semelhantes para cadeias específicas”, explica Lucíola Magalhães, chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Territorial (de Campinas, SP).

O SITE Aquicultura é coordenado pela Embrapa Pesca e Aquicultura (de Palmas, TO). Quem está à frente dos trabalhos é a geógrafa Marta Ummus, para quem “um dos principais objetivos do Geoweb é o de disponibilizar informações espaciais organizadas por temas relevantes sobre a aquicultura no bioma Amazônia”. Ela contextualiza: “normalmente, os dados sobre aquicultura encontram-se em fontes difusas e são levantados por diferentes métodos, inviabilizando dessa maneira análises sistemáticas em diferentes escalas (locais, regionais e nacionais) e correlações espaciais”.

E explica que “ao organizar e georreferenciar essas informações, são oferecidas novas possibilidades de análise que incluem as características regionais físicas, ambientais, sociais, econômicas e de infraestrutura, bem como a influência dessas variáveis para o desenvolvimento da atividade aquícola em determinados lugares em detrimento de outros. Por meio das análises espaciais, é possível chegar também ao estabelecimento de zonas ou regiões aptas ou não aptas para a atividade aquícola”.

Leia também!

Relações de proteína: energia para juvenis de jundiá (Rhamdia quelen): desempenho, excreção de amônia e custo

 

Fonte: Clenio Araujo – Embrapa Pesca e Aquicultura & Vivian Chies Embrapa Territorial




NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 3 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies