Importância dos microminerais na avicultura | nutriNews Brasil Importância dos microminerais na avicultura | nutriNews Brasil


AUTOR(ES)

Márcia Gabrielle L. Cândido

Veterinária Mestre e Doutora em Construções Rurais e Ambiência Animal - DEA/UFV Redatora Grupo de Comunicação AgriNews

 

Os microminerais são essenciais para o crescimento e diversos processos metabólicos em organismos vivos. Eles atuam principalmente como catalisadores ou constituintes dos sistemas enzimáticos de muitas células e possuem importância reconhecida em processos imunológicos e reprodutivos.

A disponibilidade de minerais nas matérias-primas de origem vegetal, bem como de fontes inorgânicas tradicionais, ou seja, óxidos, sulfatos ou carbonatos, é relativamente baixa, enquanto as necessidades de linhas modernas e de alta produção de galinhas poedeiras e frangos de corte para os microminerais são altos.

Deste modo, a suplementação de microminerais é uma questão importante na nutrição avícola moderna (Swiatkiewicz et al., 2014).

A seguir serão expostos com mais detalhes três dos principais microminerais suplementados na dieta de aves, zinco, manganês e cobre.

 

 

 

 

O zinco, é um dos microminerais essenciais para organismos vivos.

Os principais processos mediados pelo Zn afetam a:

Síntese de proteínas
Proliferação celular
Expressão gênica
Síntese de hormônios endócrinos
Imunidade e reprodução (Huang et al., 2019).

Além disso, o Zn é um cofator de mais de 200 enzimas funcionando em diversos processos fisiológicos, incluindo imunidade, habilidades antioxidantes e processos
epigenéticos (Pierce, 2013). O modo de ação do Zn em aves inclui:

manutenção do crescimento normal, incluindo o desenvolvimento do esqueleto e penas, bem como saúde da pele e dos pés;

 resistência a doenças infecciosas e melhora do sistema imunológico;

 

metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios aumentando a desidrogenase glutâmica, álcool desidrogenase, fosfatase alcalina e polimerase de RNA;

 habilidade antioxidante; e

 

 influência na expressão genética.

 

Em aves poedeiras e reprodutoras, a suplementação dietética de Zn tem efeitos positivos na produção de ovos por regular a secreção de hormônios reprodutivos e a síntese de proteínas durante a formação de ovos (Tabatabaie, et al., 2007).

O Zn também desempenha um importante papel na qualidade da casca do ovo, estando envolvido na síntese da membrana da casca ao afetar a estrutura do epitélio no istmo, e atuando como um cofator da enzima anidrase carbônica (AC) (Innocenti et al., 2004).

A maioria do Zn do ovo está depositado na gema, e aproximadamente 86% do Zn originalmente presente no ovo fertilizado é transferido para os pintos (Richards, 1997).

Consequentemente, a deficiência de Zn em reprodutoras pode alterar o estado fisiológico dos pintos descendentes influenciando no seu peso corporal, qualidade da carne, status antioxidante e imunidade (Hudson et al., 2004; Hudson et al., 2005; Zhu et al., 2017). Portanto, a deposição de Zn em óvulos maternos é necessária para o crescimento e completo desenvolvimento dos embriões.

Ao fornecer dietas suplementadas com Zn para reprodutoras ou via injeção in ovo com Zn, não só houve redução da mortalidade de pintinhos, mas também ocorreu melhora no desempenho pós-eclosão (Hassan, 2018; Zhu et al., 2017).

Além disso, a suplementação de Zn em reprodutoras aumentou o desenvolvimento músculo esquelético por aumento na síntese de proteínas e inibição da degradação de proteínas na prole (Gao et al., 2014).

Deficiência severa de Zn em dietas de galinhas resultam em baixas taxas de eclodibilidade, embriões com desenvolvimento anormal e com baixo desempenho.
(Blamberg et al., 1960; Zhu et a., 2017). Entretanto, a suplementação materna de Zn ou injeções in ovo podem eliminar esses efeitos adversos (Sun et al., 2018).

In vitro, a deficiência de Zn afetou negativamente o crescimento e diferenciação do sistema nervoso nas fases iniciais do desenvolvimento embrionário (Iniguez et al., 1978). Embora alguns pesquisadores tenham demonstrado que a deficiência de Zn resultou em pouco ou nenhum efeito na produção de ovos, a eclodibilidade e desempenho da prole pode ser influenciada negativamente. Por esta razão, o requisito ideal de Zn para a produção de ovos, desenvolvimento embrionário e desempenho de pintos provenientes de galinhas reprodutoras ainda não está claro.

As diferenças entre os estudos podem depender de:





NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 1 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies