Nutrição de precisão: mais qualidade com menos custo!

13/12/2019

Nutrição Animal

Com as festas de final de ano se aproximando, uma das perguntas mais recorrentes às vésperas das comemorações é sobre o que vai ter nas ceias de Natal e de Ano Novo. Entrando no topo das listas de compras nessa época, o frango vem se tornando cada vez mais a pedida certa para essas confraternizações.

De acordo com a gerente comercial da Quimtia Brasil, a veterinária Maria Antoanete Brandalize, empresa especialista na produção de insumos para nutrição animal, além de custar bem mais barato do que as carnes bovina e suína, a carne de ave, ao contrário do que muitas pessoas pensam e falam, é um dos alimentos mais saudáveis atualmente.

Segundo a especialista, quando se é disponibilizado às aves uma nutrição de precisão pode-se produzir mais carne de qualidade, com menor custo ao consumidor e ao meio ambiente.

“O fato de as aves serem desenvolvidas e conhecidas geneticamente, os nutricionistas, através da nutrição de precisão, conseguem ajustar níveis de aminoácidos, vitaminas, minerais, enzimas, dentre outros insumos para que o alimento fornecido ao animal possa ajudar na melhoria do seu potencial genético e a manter sua saúde íntegra, o que consequentemente melhora também a condição da carne”, explica a especialista.

Qualidade

Para Antoanete, é válido ressaltar que o mito de que as aves ingerem hormônios ou quaisquer substâncias para estimular ganho de peso não procede. “O processo de criação de aves é extremamente tecnificado e monitorado. Atualmente, as agroindústrias adotam medidas sanitárias e de biosseguridade intensas para garantir a saúde dos animais, ou seja, uma carne perfeita disponibilizada ao consumidor”, reforça.

Custo benefício

Recentemente, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE-USP) divulgou um estudo em que aponta um aumento nos valores das carnes bovina, suína e de frango. No entanto, dentre elas, segundo a pesquisa, a carne de ave foi a que menos encareceu em 2019.

Assessoria de comunicação da Quimtia

Deixe seu comentário