O ovo desnuda a nutrição da galinha - Nutrição Animal, conteúdo técnico e produtos - Nutrinews Brasil
 
09 nov 2021

O ovo desnuda a nutrição da galinha

get_the_title



AUTOR(ES)

Alba Fireman

Nutricionista de aves da Zinpro - afireman@zinpro.com

Devo apropriar-me da célebre frase de Clarice Lispector em seu folhetim O ovo e a galinha, quando ela diz: “Ao ver o ovo é tarde demais: ovo visto, ovo perdido”. Sem dúvida!

Ele já está ali, todo envolto no mistério da criação, pronto para ser consumido, tarde demais para consertá-lo se tem alguma falha. Ele está ali, desnudando como a galinha foi nutrida durante sua fase de infância e adolescência, se nas últimas 24h ela passou por algum estresse de qualquer natureza e se lhe faltou algum nutriente.

Ovo clarice

 

 

 

A indústria de produção de frangos de corte busca a maior quantidade possível de ovos férteis, mas junto com isto, a melhor qualidade possível dos pintinhos, que serão os futuros frangos na plataforma do frigorífico, e representarão a marca da empresa selando a qualidade de carne na mesa do consumidor final.

Ovo clarice

Ovo clarice

A indústria de ovos de mesa tem uma infinidade de nuances interessantes, diferentes mercados e objetivos. Tem mercado que prefere ovo de casca branca, outro prefere os de casca marrom, tem mercado para ovos enriquecidos com diferentes nutrientes, tem mercado para ovo grande e ovo pequeno.

Tem mercado que vende por peso e tem o que vende por dúzia, tem galinha leve, galinha semi-pesada. Mas, apesar de todas as diferenças entre a indústria de frangos e de ovos de mesa, em ambas tudo que se espera em termos de resultado econômico, começa na formação do ovo.

É muito interessante observar que a geometria espacial perfeita do ovo além de expressar o princípio da criação do cosmos, expressa de maneira implacável, como a galinha cresceu, se alimentou e em que condição imunológica ela se encontrava nas horas que anteciparam a postura.

Ovo clarice

E é importante lembrar que a casca de ovo dá forma ao embrulho mais perfeito da natureza. É ela que guarda o conteúdo mais precioso: vida!

De todas as maneiras possíveis com as quais o ovo possa se expressar. Nutrir a galinha é antes de tudo, nutrir a casca dos seus ovos desde o dia que ela sai do ovo de sua mãe, e com isto, nutrir o conteúdo interno deste embrulho na máxima perfeição.

ovo clarice
Ovo clariceOvo clariceA nutrição mineral de galinhas guarda certos paradoxos interessantes. O principal deles é sua alta necessidade nutricional (durante as fases produtivas) de cálcio (Ca), elemento formador da parte inorgânica da casca do ovo, e o antagonismo conhecido destes altos níveis de cálcio com o zinco (Zn), o manganês (Mn) e o cobre (Cu), os minerais traço mais importantes para a formação da ultra-estrutura (parte orgânica) da casca.

Há outras interações que chamam à nossa atenção nas dietas de galinhas, como Fe x Mn e Zn x Cu, e vice-versa,

Ovo clariceA primeira por disputarem o mesmo transportador para captação do elemento em nível intestinal,

Ovo claricee a segunda por disputarem a mesma proteína de armazenamento nas células intestinais, uma vez captados.

Ovo claricePrecisamos falar de antagonismo de elementos quando falamos de nutrição mineral de galinhas porque, na maioria das vezes, ainda são usadas apenas fontes tradicionais de micro-minerais nos premixes incluídos em suas dietas, ou são usados minerais complexados, cuja forma química não tem estabilidade suficiente para manter-se complexado até ser absorvido, e termina por competir pelo mesmo transportador dos minerais tradicionais.

Ovo clariceOvo clariceMas, e a água de beber das galinhas? Não podemos esquecer que elas tomam 2,5 a 3 vezes mais água do que o volume de alimento. Então, se um mineral está presente na água em altos níveis, estes antagonismos tendem a ser ainda maiores com os elementos que vêm do premix mineral tradicional.

Ovo clarice

Ovo clariceEntão, como fazer para driblar este antagonismo? É necessário utilizar minerais complexados que se mantenham estáveis através dos pHs fisiológicos e que ainda cheguem complexados ao intestino para serem captados através de receptores diferentes dos tradicionais. Simples assim!

Mas, voltando à poética de perfeição da casca do ovo e do porquê que tudo começa por esta perfeição, vamos mergulhar um pouco mais a fundo no passo a passo da formação da casca.

Ovo clarice

Estes são os sítios de nucleação, e da perfeição equidistante com a qual são depositados estes pequenos pontos calcificados, dependerá qualidade da casca, e por consequência, do ovo, em todos os aspectos.

Ovo clarice

A formação da trama fibrosa de glicosaminoglicanos (GAG) é dependente de níveis adequados de Zn, Mn e Cu. Estes elementos são cofatores de enzimas específicas que trabalham na construção das fibras colagenosas destas membranas.

O Mn, especificamente, tem um papel primordial na deposição correta dos sítios de nucleação, que devem ser depositados em maior quantidade possível, o mais próximo um do outro possível e de tamanho pequeno o mais uniforme possível.

A partir destes pontos crescerão formas trianguladas conhecidas como cones mamilares, que lado a lado se tornarão pilares das paredes retangulares que crescerão sobre eles.

Ovo clarice
Ovo clariceSe a distância entre os sítios de nucleação for grande, parte do carbonato de cálcio depositado na formação dos cones não vai tocar a casca, mas vai flutuar sobre ela e, a partir desta falha de conexão entre a parte orgânica e a inorgânica da casca (entre a fundação e os pilares), surgem as manchas translucentes na superfície, que podem ser melhor vistas a olho nu depois do quinto dia pós-ovoposição.

IMAGINE PAREDES CONSTRUÍDAS SOBRE PILARES QUE NÃO TOCAM A FUNDAÇÃO!

Ovo clarice

Qualidade de casca não é só sobre espessura, sobre densidade. Qualidade de casca é sobre perfeição da formação ultra-estrutural. Sobre isto podemos dizer que:

Ovo clariceTanto em ovos de reprodutoras como em ovos de mesa, cascas com alto grau de translucência possuem maior atividade de água na superfície.

As falhas ultra-estruturais geram canalículos pelos quais a água do albúmen migra até a superfície, aumentando a possibilidade de contaminação superficial e interna. Ruim para a indústria da carne, porque ovos com altos escores de translucência eclodem menos, e quando eclodem os pintinhos são de má qualidade. Ruim para o consumidor do ovo de mesa, que coloca em risco sua segurança alimentar.

Pintinhos gerados em ovos com cascas com alto índice de falhas ultra-estruturais eclodem com má formação esquelética, uma vez que o cálcio para a formação óssea do pintinho vem da casca do ovo em que ele foi incubado.

O embrião somente consegue consumir este cálcio se está disponível através da relação intrínseca entre a membrana externa e os botões mamilares. Pintinhos que nascem de ovos com altos escores de translucência são candidatos a mancar durante o crescimento.

Cascas com alto grau de falhas ultra-estuturais não podem proteger devidamente seu conteúdo interno. As trocas gasosas são deficientes e as enzimas transformadoras da proteína do albúmen firme em líquido começam atuar mais precocemente. A qualidade interna é afetada, o frescor do ovo se perde mais cedo, ruim para o consumidor final, péssimo para a indústria que tem sua marca estampada numa caixinha de ovos que não aparentam frescor.

Processos avançados de falhas ultra-estruturais evoluem para trincas. Ovos trincados de reprodutoras deixam de ser considerados para eclosão e quando são de mesa são um problema para a indústria, que quando não os perde completamente, vende mais barato como ovo líquido.

A forma de medir o quão perfeita pode ser a ultra-estrutura foi criada pela ZinproBlueBox® Os ovos são iluminados por pequenos focos de led dentro de uma câmara escura e fotografados, sendo classificados posteriormente de forma objetiva, em três diferentes escores:

De posse de todos os resultados que nossos estudos já demonstraram, e observando as mais de 30 mil análises de ovos com a BlueBox®, podemos dizer que o nosso objetivo maior de levar à indústria a ferramenta definitiva que reduzirá substancialmente os ovos em escore 3 e aumentará a produção daqueles em escore 1, está sendo cumprido.

Estudos práticos em indústrias utilizando premixes com fontes tradicionais de micro-minerais ou naquelas que usam fontes de microminerais cuja complexação tem baixa estabilidade.

O uso dos minerais complexados da Zinpro quando comparado aos utilizados como controle, tem demonstrado redução significativa de ovos em escore 3, mesmo em medidas ao longo do tempo, ou seja, um lote jovem consumindo outras fontes de minerais tem mais ovos em escore 3 que um lote mais adulto consumindo os minerais da Zinpro.

Sabemos que existe muitos fatores que podem afetar a perfeição com que uma galinha forma a casca de cada ovo que prepara, mas temos a certeza de que um dos principais é consumir uma fonte de microminerais em cuja captação pelas células intestinais não haja disputa de receptores com as fontes tradicionais.

Em relação ao ovo, o perigo é que se descubra o que se poderia chamar de beleza, isto é, sua veracidade.” (Clarice Lispector: O ovo e a galinha)

 

 

 

 

 

 

 

 

 




NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 3 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies