Primato chega ao Mato Grosso do Sul com indústria de nutrição animal
 
09 mar 2021

Primato chega ao Mato Grosso do Sul com indústria de nutrição animal

O estado do Mato Grosso do Sul há anos tem a oportunidade de receber os produtos da Primato Cooperativa Agroindustrial, porém, agora as raízes foram fincadas de vez no estado vizinho. A Primato é a nova proprietária da Pecpar Nutrição Animal, localizada em Dourados. Depois de um ano e meio de negociações, a unidade passou a funcionar sob a liderança da Primato no dia 15 de fevereiro.

 

Pecpar

A fábrica de produtos de nutrição para bovinos foi adquirida de “porteira fechada”, com uma área total de 5 hectares. Os carros-chefes da produção da marca já consolidada são a linha branca (suplementos minerais), produtos homeopáticos, farelados, núcleos e rações peletizadas (granuladas). A novidade é um novo passo em direção à expansão da Primato. “Rompemos uma barreira, já que é nossa primeira unidade fora do Paraná. Nascemos em Toledo, oeste paranaense, estendemos nossa atuação para o sudoeste do Paraná e, agora, chegamos em um estado altamente produtor de gado de corte e de grãos. A localização é estratégica para os nossos planos na região centro-oeste do país”, enfatiza o gerente de industrialização da Primato, Juliano Millnitz.

 

Indústria

Além do Mato Grosso do Sul, o estado do Mato Grosso será contemplado com os produtos fabricados pela Pecpar. A nova experiência irá oportunizar também a exportação de cerca de 30% da produção para países da América do Sul. A estrutura, que já funciona desde 2013, ganhou a experiência da Primato em fabricar produtos que se adequem ao produtor. “São produtos de alta qualidade, com alto valor agregado e personalizados para o manejo do produtor, de acordo com aquilo que ele busca para os seus animais”, reforça Juliano.

 

Ampliação

Com a unidade, que agora leva a marca Primato, já em funcionamento, produzindo 4 mil toneladas/mês, serão realizadas análises da planta da fábrica, da estrutura instalada e da capacidade para que nos próximos dois anos uma série de investimentos possam ser feitos na indústria. “Ampliação da linha de produção e uma unidade de recebimento de grãos já estão em nossos planos para o futuro da Pecpar”, detalha o gerente de industrialização.

 

Experiência

A nova aquisição da Primato é a terceira fábrica de rações da cooperativa. Em 2008, as operações da indústria em Toledo tiveram início. Em 2017, foi o momento de expandir as atividades para o município de Verê, no sudoeste do Paraná, com mais uma unidade industrial. A linha de nutrição animal nas duas unidades mais antigas alimenta diariamente cerca de 70 mil animais em lactação, mais de seis mil animais de corte em confinamento e mais de 162 mil suínos no campo.

 

“Esses números demonstram a representatividade e responsabilidade que a nutrição animal da cooperativa tem atualmente e que, por isso mesmo, somos cobrados para que a inovação esteja sempre presente. Assim, cada vez mais, nossos cooperados e produtores rurais poderão ter em nossa nutrição animal o respaldo de sua produtividade”, encerra Juliano.

 

Por: Imprensa Primato




NOVIDADES

 

REVISTA

Revista nutriNews Brasil 3 TRI 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 





Veja outras revistas



 

Cadastro Newsletter nutriNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

nutriTips
nutriNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies